06 julho 2013

[Repost] A lenda de Lorelei

O que achou? 


Num penhasco à margem direita do rio, situado entre as cidades de Sankt Goarshausen e Kaub, vivia Loreley, uma sereia de beleza incomparável e longos cabelos dourados. Nas noites de lua cheia, Loreley entoava um irresistível canto que fazia os navegantes esquecerem o leme, num enlevo fatal, que conduzia seus barcos invariavelmente contra as rochas existentes naquele perigoso trecho do rio.

Assim sucedeu também com o filho do 
conde do Palatinado, Ronald, que apaixonado pelo canto da sereia, teve o mesmo fim de outros navegantes. Irado pela morte do filho, o conde enviou tropas ao penhasco, com ordens de aprisionar a sereia e lançá-la do alto do rochedo ao rio, uma queda à qual seria impossível sobreviver.

Com grande esforço, os soldados do conde escalaram o penhasco, encontrando a sereia calmamente sentada, penteando os cabelos com um pente dourado. Ao saber das intenções dos soldados, Loreley agarrou no seu colar de pérolas e lançou-o ao rio. Imediatamente levantou-se de lá uma enorme onda, sobre a qual a sereia desceu lentamente ao leito do Reno. Loreley nunca mais foi vista, mas o seu canto continuou a ser ouvido durante muito tempo, nas noites claras de lua cheia.

|A mais conhecida de todas as lendas do Reno é a de Lorelei.|



Atualmente existem diversas variações da história de Lorelei. O trabalho mais importante da literatura sobre a estória dela talvez seja um poema do século XIX, escrito por Heinrich Heine, chamado "Die Lorelei". Este poema ainda é conhecido como um dos poemas mais famosos já escritos em língua alemã. Tal poema já foi adaptado por diversas vezes em músicas e por cantores diversos.

Outra versão popular da história de Lorelei é uma balada escrita no início dos anos 1800 por Clemens Bretano. No conto original de Bretano, Lorelei chamou a atenção de um bispo proeminente que temendo aos seus encantos a enviou a um convento, mas esta se jogou de um penhasco, pois sabia que nunca poderia estar com seu amor. Alguns anos mais tarde, Bretano mudou sua versão e fez para a donzela na rocha que atraiu marinheiros em pânico.

|


A musica de uma banda que gosto muito é justamente sobre a lenda de Lorelei.|



Scorpions - Lorelei



Havia um tempo em que velejamos juntos
Uma vez tivemos um sonho que nós compartilhamos no caminho
Havia um lugar onde costumávamos procurar abrigo
Eu nunca soube o preço da dor que eu pagaria

Você me guiou com um manto e um punhal
E eu não sabia que você tinha feito outros planos
Você me fez acreditar que nós fomos feitos para sempre
Eu realmente pensei que meu coração estaria salvo em suas mãos

Lorelei
Meu barco já passou por você
E embora você prometesse me mostrar o caminho
Você me deixou perdido
Você era minha Lorelei
Que tipo de bobo fui eu?
Porque acreditei em cada palavra que voce disse
E agora imagino o porquê

Lorelei
Havia um tempo quando nós abraçávamos um ao outro
Explicitando nossas almas na luz da chama
Aqueles eram os dias,agora eu perdi minhas ilusões
Algums vezes eu acordo de noite e chamo pelo seu nome

Lorelei
Meu barco já por você
E embora você prometesse me mostrar o caminho
Você me deixou perdido
Você era minha Lorelei
Que tipo de bobo fui eu?
Porque acreditei em cada palavra que voce disse
E agora imagino o porquê

Lorelei
Agora há uma luz que brilha no rio
Cegando meus olhos de tão longe
Um tiro no coração,mas agora eu sei melhor
O quanto é difícil resistir ao som que você toca

Lorelei

2 comentários:

  1. amigo, quando eu falei: de boa, eu não falei "de boa vou te excluir" eu tava falando "de boa, eu aguento as piadas" U.U

    ResponderExcluir
  2. Anônimo18.1.14

    meldesl... scorpions \o/

    ResponderExcluir

Visualizações