04 maio 2013

O espaço da fé

O que achou? 



Foi na metade do ano de 1995 que um evento intrigante e bizarro aconteceu aqui na minha cidade.
Aqui no Brasil, mesmo com o avanço da televisão nas casas era normal as famílias terem um aparelho de rádio para ouvir estações de música e as vezes noticiários.
Porém, na minha região, eu e meus amigos daquela época tínhamos o costume de procurar rádios piratas. Normalmente a qualidade do som era péssima e conversas eram voltadas sobre equipamentos ou sobre outros assuntos em relação como fazer uma transmissão de rádio.
Mas tinham algumas rádios mais "underground" que tocavam um rock mais pesado porém era raras e de péssima qualidade de som. Entretanto a nossa favorita era "O Espaço da Fé".
Era um programa evangélico sem hora certa. Nesse programa o apresentador que devia ser um pastor ou algo assim, falava com sua voz nervosa e acusativa sobre pactos e acordos satânicos das celebridades. Alguns amigos mais novos acreditavam, porém eu e outro que era mais velhos dávamos risada e ficávamos observando a inocência do povo. O cara tocava as músicas para trás e alegava que os ruídos bizarros eram frases. Cada um de nós tínhamos normalmente uma ideia do que o som deveria significar e o apresentador dizia que conseguia ouvir outra frase claramente na música, sendo que normalmente não batia com as nossas.
Com o tempo começamos a fazer o jogo de quem adivinhava que o radialista estava ouvindo. Alguns meses depois descobrimos a frequência em que ele começou um novo programa, algo mais light, um programa em que pessoas que estavam ou fingiam estar desesperadas ligavam para esse homem pedido conselhos ou ajudas. Os problemas iam desde um gatinho desaparecido(rimos e muito do clichê) ao extremo de um filho que tinha levado tiro de doze na cara mas ainda estava vivo. Então, com sua voz imponente e intimidadora, o pastor falava que o infortunado precisava aceitar Jesus na sua vida senão o diabo ainda teria direito de fazer males cada vez pior. Algumas semanas depois começaram a ligações de agradecimento, dizendo que milagre tinha acontecido sendo normalmente coisas extremas como ter se curado da Aids (na época a gente nem sabia o que era isso direito), recuperado a fertilidade ( o cara com voz de velho disse com essas palavras ), entre outras bizarrices que não consigo me lembrar.
Mais para metade do outro ano começou uma história de fazer exorcismo via o telefone. Ouvindo algumas pessoas meio que chorando ou fingindo que pediam para ser exorcizados, Eu ria disso porque era mais um programa de comedia do que algo sério... Porém, teve uma noite que após de ter garantido emprego a uma mulher caso ela converte-se(acho que era isso, a mulher tinha voz engraçada), uma garota em torno de 15 á 17 anos (estou chutando pelo que lembro da voz) ligou para ele.Bem, o diálogo foi mais ou menos assim se não falha a memória:
Garota: Boa noite senhor. ( Pensamos que ele iria dizer de novo que senhor era só Deus.)
Radialista: Boa noite filha de Deus.
Garota: Todos somos...
Radialista: Mas o que vem procurar aqui minha jovem? Qual o mal que te aflige?
Garota: Tem gente que vem falando algumas mentiras sobre mim e minha família...me sinto perseguida..
Radialista: Filha, aceite Jesus que ele ira realizar um milagre em sua vida.
Garota: O povo me culpará de qualquer forma...eles não aceitam a responsabilidade de suas ações...E ainda tem gente que promove isso.
Radialista: Os impuros que fazem isso pagaram por isso.
(começou uns barulhos e interferência no telefone da menina.)
Garota: O mau ira levar essas pessoas para pagar pelos seus crimes.
Radialista: Quem não tem a piedade do Senhor no coração sentira a fúrias da chamas das trevas.
Garota: Ódio também pode ser considerado---
Radialista: Qualquer um que use mentiras em proveito de si próprio será punido.
(As interferências ficaram mais forte quando ele afirmou a punição pela segunda vez..Começamos a ouvir vozes. Ficou uma sensação estranha com meus amigos da rua.)
Garota: Então todas mentiras você falou sobre diversas pessoas me dá liberdade para te levar para sua posição...Você semeia odio de todas as formas porém sua mentiras já não funcionam como antigamente...Além de andar me desafiando....
Radialista: Garota, pare com essa brincadeira.
A voz da garota engrossou, não a ponto parecer como um porco, mas algo mais macabro que fazia parecer demônio. Não me lembro direito o que ela disse, só sei que depois disso começou haver um som de fogo seguido de ruídos mais altos ao ponto de ter quase certeza que eram vozes, porém não conseguiam entender suas falas. A estação caiu. Depois de um mês ela voltou com novo apresentador que não tocou no assunto do que aconteceu com o anterior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visualizações