01 abril 2013

MORTE E RESSURREIÇÃO DE OSÍRES

O que achou? 





Um deus que preside a natureza e o último tribunal

OSÍRIS: era um dos mais importantes deuses egipcíos. Entre outros atributos, ele simbolizava a fertilidade e a regeneração do rio Nilo e estava associado à vida após a morte.

Mito: mitos são histórias que expressam a forma como o ser humano interpreta o mundo. Essas histórias trazem seres sobrenaturais, heróis, deuses, que nos revelam os temores e a angustia diante do desconhecido e da morte.Tudo era sagrado, nada era natural.


MITOLOGIA: conjunto de histórias imaginárias a respeito de muitos assuntos, como a criação do mundo e dos seres humanos, a origem e a vida de divindades etc. Essas histórias sãos chamadas de mitos, daí o nome mitologia. Diversos povos têm ou tiveram sua mitologia. Os mitos fornecem uma espécie de " explicação" para o mundo e para o modo como as pessoas vivem ou viviam.


A mitologia egípcia, como a de outros povos era formada por histórias a respeito dos deuses e de suas vidas. Um dos mitos egipcíos mais conhecidos é o que reúne a triade: OSÍRIS, HÓRUS E ÍSIS.
OSÍRIS, ISIS, HÓRUS
O mito de Osíris é um dos textos gravados nas paredes das pirâmides do Egito. É uma bela história de amor e devoção.


OSÍRIS era um rei bom, que governou com benevolência. Libertou seu povo de sua vida rude e primitiva que levavam; ensinou-lhes a agricultura e a metalurgica, deu-lhesleis e encaminhou-os no culto dos deuses, enquanto sua esposa ísis, havia ensinado as artes domésticas e a tecelagem.
Depois, voltou sua atenção para o resto do mundo e levou a civilização a todos os lugares por onde passou, conquistando as pessoas por meio de palavras doces e suave persuasão.
Ao retornar de uma viagem ao redor do mundo, OSÍRIS foi assassinado por seu irmãos SETH, pois este tinha uma inveja desesperada de Oisiris. Seth seu irmão convidou-o para um grande banquete juntamente com numerosos companheiros seus.

Havia previamente conseguido as medidas do corpo de Osíris e encomendou a marceneiros peritos a feitura de um cofre maravilhoso, extamente desse tamanho e ricamente ornado. No decurso da festa, o cofre foi levado para o grande salão onde todos se banqueteavam e Seth disse que o daria de presente ao convidado que coubesse dentro dele. Um por um, todos os seus companheiros de conspiração experimentaram o tamanho do cofre, mas em alguns casos este era muito grande e em outros pequeno demais. Por fim chegou a vez de Osíris, que coube perfeitamente no cofre e foi jogado no rio..
ÍSIS, recuperou o corpo do marido, que novamente foi morto por SETH, retalhado e de novo o corpo jogado no rio.

Mais uma vez, ÍSIS reencontrou o corpo de OSÍRIS e desta vez o embalsamou, criando a primeira múmia. Em seguida, restituiu-lhe a vida e ele lhe deu um filho, HÓRUS. Depois, OSÍRIS deixou a terra para ir reinar no mundo dos mortos. Ao se tornar adulto, HÓRUS, matou SETH e tornou-se, por sua vez, o rei de todos o Egito.

Neste mito, a morte e a ressurreição de OSÍRIS simbolizam as enchentes anuais do Nilo, fertilizadoras do solo egípcio. OSÍRIS passou a ser visto como um juiz, o deus que presidia o tribunal no reino dos mortos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visualizações